RePública Em Ação

Debatendo temas sobre Relações Públicas

UM PRESENTE À UMA JOVEM DE 395 ANOS

Hoje nossa Belém completa 395 anos de fundação e a pergunta que não quer calar: “e …?

Acredito que este é o questionamento que a maioria das pessoas fazem quando alguém lembra que hoje Belém está no “berço”, ou na “berlinda”, como achar melhor.

É lamentável perceber que apesar da importante data que comemora-se todo dia 12 de janeiro, desde o longínquo ano 1616, grande parte da população belenense não reconhece, ou melhor, não conhece sua própria história.

Como valorizar os ricos casarões da Cidade Velha ou a poesia de Benedito Monteiro? Como ter orgulho da chuva que cai quase sempre no mesmo horário, em tempos de inverno? Há como se emocionar ainda com a simplicidade dos versos do mestre Laurentino?

Diante de tamanho descaso com a própria história não há como vislimbrar uma mudança num futuro. Não há como esperar por dias melhores se não se sabemos de onde viemos, tampouco onde estamos e menos ainda para onde se queremos ir.

Não entremos nos méritos políticos do cerne das questões sociais e econômicas da cidade, não que seja irrelevante, mas a complexidade não nos ajudaria neste momento. Por isso pensemos no nosso papel individual nesta história, nós que somos hoje 1.392.031 habitantes. Será que cada um está desempenhando bem sua cidadania para com a sua cidade? Respeitamos nossas leis, nossos idosos e nossas crianças? Toleramos as diferenças entre religiões, raças, sexualidades?

Então fazemos de conta que Belém é a nossa empresa, ou uma empresa para a qual estamos apresentando uma solução para as questões relativas à relacionamentos, auto-estima, comunicação e valorização profissional. Ou pensemos que estamos sendo chamados a propor ações estratégicas para melhorar o desempenho produtivo dos colaboradores de uma fábrica e que eles precisam se reconhecer como peças importantes dentro do processo organizacional.

Como faríamos essa apresentação? O que proporíamos ao gestor desta empresa?

Tenho certeza que seria uma boa concorrência de idéias, então que tal tornarmos este “faz de conta” numa possibilidade real de ser colocada em prática?

Faço aqui a minha proposta, quero saber o que você faria para melhorar a nossa cidade. Levando em consideração todos os problemas que enfrentamos e todas as limitações que temos.

Desafio lançado.

 

Luciana Hage

Relações Públicas

Conrerp 1021

Anúncios

12 de janeiro de 2011 Posted by | Uncategorized | Deixe um comentário